sexta-feira, 8 de julho de 2016

Livro: Desventuras em Série 1 - 13



"Se vocês se interessam por histórias com final feliz, é melhor ler algum outro livro. Vou avisando, porque este é um livro que não tem de jeito nenhum um final feliz, como também não tem de jeito nenhum um começo feliz, e em que os acontecimentos felizes no miolo da história são pouquíssimos. E isso porque momentos felizes não são o que mais encontramos na vida dos três jovens Baudelaire cuja história está aqui contada." - Lemony Snicket.

Resolvi fazer a resenha desse livro, mas ao invés de resenhar um livro por vez achei melhor falar logo sobre todos eles, não se preocupe vou privar você de spoilers, pois sou um doce de pessoa, então vou ser sucinta e tentar despertar seu interesse nessa série de livros que é legal demais.

A série de livros Desventuras em Série conta, como o próprio nome diz, as desventuras dos órfãos Baudelaire, Violet, a irmã mais velha e bastante engenhosa, Klaus, o irmão do meio e leitor ávido e Sunny, a mais nova que gosta de morder coisas e que só se comunica com gemidos e sons estranhos do idioma dos bebês, como "Iiica!", que aqui quer dizer "Que interessante!", os Baudelaire perderam os pais num incêndio suspeito e são obrigados a ter um tutor atê que um deles se torne maior de idade para assim receberem a herança da família, mas nesse meio tempo são obrigados pela lei a ter um tutor, que nesse caso é o malvado e repulsivo Conde Olaf, que torna a vida deles terrível obrigando eles a cozinhar a limpar e a dividir os três um pequeno e imundo quarto enquanto planeja roubar a fortuna deles e mesmo que os três consigam arquitetar planos contra o terrível Conde e fugir dele, ele grande mestre dos disfarces e persistente, volta a atormentar os órfãos em todos os livros para poder ficar com a fortuna de qualquer jeito.



A história em si é muito interessante, cheia de humor negro, mistério, ironia e desgraças, é uma verdadeira literatura gótica, a ambientação é atemporal, mistura passado com futuro, algo tipo steampunk, o que torna tudo bem interessante, um enredo cheias de situações absurdas que o autor afirma que são verdadeiras e que o trabalho dele é registrar tudo, a série também tem bastante critica social demostrando como os adultos são tão obedientes a autoridade, dependentes da aceitação alheia, ambiciosos e outros males sociais, enquanto as crianças são livres pensadoras e independentes, também mostra que não só os mocinhos tiveram uma vida triste, mas também os vilões e que é escolha da pessoa ser boa ou má e não culpa da situação, apesar de parecer um série de livros infantis pode ser lido por qualquer idade, então perca as esperanças, como o próprio autor diz, de um final feliz, pois o azar acompanha os órfãos.
A série é composta de 13 livros e possui alguns livros extras, aos quais ainda não li, alguns já publicados no Brasil, outra coisa interessante é as referências a Charles Baudelaire, Edgar Allan Poe, Willian Shakespeare e tantas outras pessoas no decorrer dos livros, foi feito um filme em 2004 com Jim Carrey no papel de Conde Olaf, o filme conta a história dos 3 primeiros livros e parece que em 2017 vai ter a série na Netflix.

O autor do livro é Daniel Handler, que escreve sobre o pseudônimo de Lemony Snicket que acaba fazendo parte da história e tem uma vida estranha e misteriosa, assim como seus irmãos e a mulher que amava e só para deixar claro toda a história é ficção ou pelo menos é isso que eles querem que você acredite.

"Lemony Snicket, nasci antes de você e provavelmente morrerei antes de você. Nasci numa pequena vila que hoje está submersa. Um povoado aparentemente pacato, mas cercado de segredos. Hoje vivo na cidade. Para escrever essas desventuras dos irmãos Baudelaire fui obrigado a conhecer a fundo as artimanhas de vilões como o conde Olaf. Passei anos mergulhado no mundo do crime, não dos crimes reais, é claro. Minha formação é estritamente teórica."

Para quem achou os livros interessantes, mas não vai ler por ser infantil, dê uma chance a leitura, pois pode valer a pena, espero ter sido bastante sucinta e agradável com toda a desgraça contida aqui. 

2 comentários:

  1. Lembro desses livros da minha época de ensino fundamental ainda. Lembro que eu e minha amiga toda semana íamos à biblioteca procurar as sequências. :3 Muito bons!!


    Tá rolando um sorteio lá no blog, vem participar: Sorteio!
    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Lara os livros são muito bons, tipo a gente lê um e precisa logo encontrar as sequencias pra poder saber o destino dos orfãos
      Obrigada pela visita
      Bjs

      Excluir